OFICINA IDEAL

Encontre aqui seu fornecedor ideal Mais de 2.000 empresas cadastradas, mais de 3.000 produtos e serviços disponíveis
Entidades Colaboradoras
Esqueceu sua senha? Não tem login e senha? Cadastre-se aqui!




27/01/2014 Tecnologia

Geely Auto entra oficialmente no mercado brasileiro com o Emgrand EC7

A Geely Automobile Holdings Ltd. ("Geely Auto" ou a "Companhia") anunciou hoje que entrou oficialmente no mercado brasileiro com o lançamento de seu modelo principal, o Emgrand EC7. A Companhia também nomeou o Grupo Gandini, um grupo de concessionárias líder internacional, como sua concessionária exclusiva no país para apoiar a expansão da Companhia no Brasil.

O excelente desempenho de direção e a notável funcionalidade do EC7 fizeram dele o modelo mais popular da Geely Auto, com vendas em 20 países e regiões por todo o mundo. Em novembro de 2011, ele recebeu certificação de segurança de 4 estrelas da Euro-NCAP, o que fez dele o primeiro modelo automotivo chinês a alcançar uma certificação de segurança europeia de alta classificação.

Os produtos da Geely Auto para o mercado brasileiro serão montados no Uruguai, com partes do processo de fabricação, incluindo soldagem e pintura, conduzidas na China. A Geely Auto terá como parceira a Nordex, uma fornecedora líder especializada na montagem de automóveis do Uruguai, cujas instalações possuem capacidade para produzir 20.000 unidades de quatro modelos da Geely: o EC7, o EC7-RV, o GC2 e o GX2. A parceria deverá criar mais de 300 empregos diretos e até 900 empregos indiretos no Uruguai. Os produtos montados na fábrica uruguaia irão atender principalmente os mercados brasileiro e argentino, conforme o Acordo do Mercado Comum do Sul (Mercosul).

A Geely Auto considera o Brasil um importante mercado em sua expansão global e formou parceria com o Grupo Gandini, em agosto de 2011, para estabelecer a Geely Motors do Brasil Ltda., com o objetivo de obter maior conhecimento local antes de sua chegada no mercado. Em 2014, a Geely Auto pretende começar com a venda do Emgrand EC7 e do Panda GC2, ambos com transmissão manual, antes de lançar outros modelos. A Companhia também planeja introduzir mais produtos no mercado brasileiro através da construção de uma linha de montagem local.

Sobre a Geely Automobile Holdings Limited:

A Geely Automobile Holdings Limited (SEHK: 175) é uma fabricante de automóveis, concentrada no desenvolvimento, fabricação e venda de veículos de passeio. A Companhia vende a maioria de seus produtos no mercado chinês e também expandiu suas vendas através da exportação para outros países em desenvolvimento. A Companhia vende mais de 10 principais modelos sedã, acionados por motores 1.0L/2.4L à gasolina, desenvolvidos pela própria Companhia

Fonte: Zhejiang Geely Holding Group




12/04/2013 Tecnologia

Autoesporte Exposhow acontece em SP

 

A Rede Globo e a Reed Exhibitions Alcantara Machado lançam na cidade de São Paulo o Autoesporte Exposhow, evento que deverá acontecer entre os dias 21 e 24 de novembro de 2013, mesma época que a cidade estará sediando o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.

Ao todo, cinco áreas estarão presentes: Acessórios, Tuning, Classics, Hot Rods e Dragster. Todos apresentarão soluções e demonstrações exclusivas para cada uma das modalidades. A organização espera que mais de 100 expositores participem e que cerca de 50 mil pessoas passem pela exposição.

Fonte: Redação Oficina Ideal




10/04/2013 Tecnologia

Sistema de assistência de direção promete mais segurança em congestionamentos

 

A Bosch, empresa do ramo de fornecimento de tecnologia e serviços, lançou no mercado sistemas de assistência de direção, que prometem ajudar o motorista a chegar com mais segurança e conforto aos destinos. Eles controlam tanto a velocidade do automóvel quanto a distância entre os veículos, além de informar os motoristas sobre os congestionamentos das vias. Há ainda tecnologias que auxiliam a realizar manobras para estacionar em vagas pequenas e apertadas.

A empresa acredita que num futuro, não muito distante, estes sistemas terão um papel crescente na condução de veículos, principalmente nos congestionamentos dos grandes centros urbanos. Mais especificamente, eles irão frear, acelerar e controlar a direção de forma totalmente autônoma; ou seja, sem qualquer interferência do condutor.

Para isso, o assistente de congestionamento entrará em operação quando o veículo estiver em velocidades entre 0 e 50 quilômetros por hora.

A primeira geração dessa tecnologia está prevista para iniciar a produção em série já em 2014. Nos próximos anos, o recurso será aperfeiçoado para monitorar velocidades maiores e trabalhar em situações de condução ainda mais complexas. O objetivo é que a tecnologia de assistência à condução atue também como um piloto automático em rodovias, transformando em realidade a direção totalmente autônoma.

Mais tecnologia para assistência ao condutor

 Atualmente, o Piloto Automático Adaptativo (ACC - Adaptive Cruise Control) rastreia os veículos à frente e mantém distância e velocidade seguras entre o veículo da frente e o do condutor. Atuando em combinação com o ESP® e com o apoio adicional de câmeras de detecção e de uma direção eletromecânica, essa tecnologia forma a base para uma condução mais autônoma. Um software de alto desempenho calcula o trajeto de direção de forma apropriada para garantir uma dirigibilidade mais segura e menos estressante.

A mudança de pista de forma automática é o próximo passo dessa tecnologia. Para isso, serão necessários dois recursos adicionais: um sensor localizado na traseira do carro para detectar os veículos que se aproximam de forma mais rápida, e um mapa de navegação dinâmico.

Tais mapas, que já operam por meio de uma conexão de rede móvel, podem manter os motoristas informados das condições das estradas e das restrições de velocidade locais. Embora os motoristas permaneçam responsáveis pela condução, eles podem se limitar a monitorar as ações do sistema de assistência ao motorista.

Fonte:




28/03/2013 TendênciaTecnologia

FIEE contará com carro 100% elétrico

 

Acontece entre os dias 1º e 5 de abril a Feira Internacional da Indústria Elétrica (FIEE). O evento apresentará novidades sobre meios de transportes alternativos. O chamado “Espaço de Tecnologia Ampliada”, uma das novidades para a edição 2013, irá contar com algumas das mais impactantes inovações propostas pela indústria automobilística. Entre as atrações, o visitante poderá conferir os recursos e tecnologias presentes no primeiro carro totalmente elétrico fabricado em massa, o i-Miev.

Fabricado pela Mitsubishi, o modelo 100% elétrico tem potência máxima de 49kW e atinge 130 quilômetros por hora. A autonomia é de 180 quilômetros, considerado o suficiente para rodar durante todo o dia nas grandes cidades. Para carregar o automóvel, basta conectar o carro a rede elétrica e aguardar oito horas, caso recorra a um posto de abastecimento rápido, todo o processo demorará 30 minutos. Outros tipos de veículo estarão disponíveis na FIEE 2013, como por exemplo, as bicicletas elétricas da Evolubike.

Os organizadores da FIEE esperam que o evento reúna 1.200 marcas nos estandes dos expositores, entre as maiores empresas do setor. O evento vai ocupar os 60 mil metros quadrados do Anhembi e receber cerca de 63 mil visitantes, entre executivos, técnicos e especialistas, representantes de empresas do Brasil e do exterior.

 

27ª FIEE - Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação

De 1º a 5 de abril de 2013

Das 13h às 21h / sexta-feira das 13h às 20h

Anhembi - São Paulo-SP

Fonte: Oficina Ideal




22/10/2012 Tecnologia

BMW e Volks confirmam investimentos

Às vésperas da abertura do Salão do Automóvel de São Paulo, evento em que a indústria brasileira espera mostrar seu avanço tecnológico ao mercado mundial, duas montadoras alemãs anunciam investimentos no País.

A BMW confirma hoje à presidente Dilma Rousseff a abertura de uma fábrica em Santa Catarina, com aporte de cerca de R$ 1 bilhão, e a Volkswagen, que está no País há 60 anos, divulgou um pacote de quase R$ 750 milhões para ampliação da capacidade produtiva de duas fábricas do grupo: a de carros, em São Carlos, e da motores, em Taubaté, ambas no interior de São Paulo.

A fábrica da BMW, cujos detalhes serão divulgados hoje, era esperada desde o fim do ano passado, mas seu anúncio foi suspenso logo após a medida do governo que aumentou o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros importados em 30 pontos porcentuais.

A matriz do grupo decidiu rever o projeto e só agora, após o lançamento do novo regime automotivo, chamado de Inovar-Auto, vai confirmar o projeto.

O governo de Santa Catarina se antecipou no sábado e já divulgou, em seu site na internet, a cidade de Araquari como a escolhida e disse ainda que a fábrica deverá produzir ao menos três modelos da marca. As informações ainda não foram confirmadas pelo grupo.

Fonte: O Estado de S.Paulo




21/09/2012 Tecnologia

Geometria das rodas exige atenção periódica do motorista

O alinhamento da direção e o balanceamento das rodas do veículo devem ser feitos, em média, a cada 10 mil quilômetros. Durante o serviço, é comum a verificação das medidas de cáster, que é o paralelismo entre as rodas, e do câmber (nível de inclinação). Caso seja preciso, os ajustes devem ser feitos em oficinas especializadas e partem de R$ 90.

Referências fora do padrão original indicam defeitos que podem surgir após colisões, queda em buracos ou mesmo por desgaste natural de componentes. Se os ângulos estiverem fora do padrão, os efeitos vão de redução da estabilidade do carro em movimento a danos aos pneus.

As medidas variam de carro para carro e devem ser verificadas no manual do proprietário. Segundo especialistas, alguns sinais indicam que é preciso procurar uma oficina.

“Primeiro, deve-se verificar os quatro pneus. Se houver desgaste do lado de fora, é porque o câmber está positivo e a roda, voltada para dentro. Desgaste do lado de dentro indica que o ângulo está negativo e a roda voltada para fora”, explica o representante do Sindirepa-SP, o sindicato das reparadoras, Eduardo de Oliveira Neves.

No caso do cáster, o sintoma mais comum é a sensação de que o veículo está “puxando”.

“Se for apenas em uma direção, como se uma das rodas estivesse à frente da outra do mesmo lado, o ideal é procurar um especialista”, afirma o conselheiro da Sociedade dos Engenheiros da Mobilidade (SAE) Francisco Satkunas.

Checagem.

A verificação é feita por meio de um sistema digital que compara as medidas do conjunto no momento às do ângulo correto.

“Muita gente acha que o alinhamento e o balanceamento são suficientes. Nesse caso peço ao cliente para assinar um termo se responsabilizando caso surja algum dano no pneu ou haja comprometimento da segurança do carro”, diz o gerente da Della Via Tatuapé (2671-4555), na zona leste, Rafael Rodrigues.

Na oficina, fazer alinhamento e balanceamento custa de R$ 90 a R$ 150. Ajustar câmber e cáster vai de R$ 90 a R$ 180.

Na zona oeste da cidade de São Paulo, a unidade da Caçula de Pneus (3040-6464), faz o serviço completo a partir de R$ 268 e varia conforme o carro.

Fonte: O Estado de S.Paulo




31/08/2012 Tecnologia

Checkauto lança o aplicativo para test drive

A Checkauto, empresa especializada na consulta sobre histórico e procedência de veículos, lançou no mês de agosto uma nova ferramenta de consulta rápida de veículos, o “Test Drive Checkauto”. A ferramenta auxilia na busca de dados sobre carros seminovos, fazendo a busca de oito informações diferentes sobre o histórico do veículo.

 “O Test Drive Checkauto nasceu para apresentar os serviços e as informações sobre veículos aos consumidores”, informa Luís Carlos Rodrigues Neca, gerente da Checkauto, “o nosso objetivo é evitar prejuízos a todos que queiram adquirir um veículo usado”, completa. As informações disponibilizadas pelo sistema são:

- Decodificador de chassi (sistema que traduz a numeração do chassi do veículo de acordo com a descrição dos fabricantes);

- Duplicidade de motor (que mostra se a numeração do motor está cadastrada em mais de um chassi);

- Histórico de furto base local (verifica se consta histórico de furto para aquele veículo);

- Recall;

- Inspeção veicular;

- Histórico de consulta na base da Checkauto;

- Mês de licenciamento e estado de emplacamento.

Segundo Luís Carlos, o principal benefício do sistema é que o consumidor poderá fazer uma análise prévia do veículo antes de tomar qualquer decisão, o que traz mais segurança nos processos de compra de veículos seminovos.

O “Test Drive Checkauto” pode ser acessado pelo site:  www.checkauto.com.br.

Fonte: Redação Oficina Ideal




27/08/2012 Tecnologia

Novo motor da Volkswagen equipa os modelos Gol e Voyage

Mudanças aumentam em até 4% o desempenho do motor e deixam partida mais rápida

 

Um dos grandes focos do trabalho da Volkswagen para os novos Gol e Voyage está no motor 1.0 TEC, sigla para Tecnologia de Economia de Combustível. Apesar da potência e do torque máximo serem os mesmos do 1.0 VHT (76 cv e 10,6 mkgf, respectivamente), uma série de modificações gerou uma mudança na curva de torque entre 1.000 e 3.000 RPM, tornando os carros mais agradáveis de dirigir. Segundo a VW, as mudanças resultaram em uma redução de até 4% no consumo de combustível e até 40% no tempo para ignição com baixa temperatura ambiente.

O novo motor emprega uma unidade de controle eletrônico (ECU) mais moderna. Herdada de modelos europeus, essa atualização eletrônica permitiu a instalação de um indicador de troca de marchas. A VW também implantou um melhorado sistema de partida a frio, com injeção de gasolina mais próxima às válvulas de admissão e um solenoide de alta precisão para controlar a injeção desse combustível, que agora ocorre de modo sincronizado com o motor.

A Volkswagen também se empenhou em reduzir as perdas por atrito no motor 1.0 TEC. Para isso, diminuiu o peso das válvulas, mudou a constante elástica das molas, alterou diversos retentores (do comando, das próprias válvulas e do virabrequim) e aplicou uma camada de carbono nas saias dos pistões. Parte da melhoria em baixas rotações vêm de um novo coletor de admissão que resultou em melhora no fluxo de ar e no enchimento dos cilindros em baixas rotações.

Os bicos injetores foram revistos, otimizando a formação da mistura ar-combustível. O sistema de ignição também é novo, pois agora existe uma bobina para cada vela, o que eliminou as perdas elétricas que ocorrem quando se usam cabos. A montadora espera expandir o uso do 1.0 TEC para os novos modelos do FOX 1.0 ainda este ano.

Fonte: Automotive Business




20/08/2012 Tecnologia

Sindirepa-SP também está no Skype

Para agilizar o atendimento aos reparadores, o Sindirepa-SP conta também com contato via Skype. Para solicitar informações por esse sistema, anote os endereços:

-Secretária da presidência – Contato Kelly

- Nick name: Sindirepa-sp

Informações técnicas

- Nick name: contro de documentação e informações – contato Leandro.

Informações sobre retíficas

- Nick name:Conarem – Contato Denis

 Informações institucionais e associativismo

- Nick name: Recepção Sindirepa-sp – contato Karina

O Sindirepa-SP dispõe também de central de atendimento (11)5594-1010 e também por e-mail: sindirepa@sindirepa-sp.org.br

 

 

Fonte: Sindirepa News

Fonte: Sindirepa News




13/08/2012 Tecnologia

Funilaria e Pintura na Rede Fiat conta com o suporte do Sistema Audatex

O Programa de Incentivo à Qualidade em Funilaria e Pintura (PIQ) foi criado pela Fiat para levar a suas concessionárias o que há de mais moderno em tecnologia e em processos de reparação automotiva.

“Este programa tem como objetivo aprimorar os conceitos de excelência na prestação de serviços de funilaria e pintura da rede Fiat, buscando alcançar o máximo em qualidade, produtividade, rentabilidade, competitividade e preservação do meio ambiente”, explica Gustavo Nascimento, analista de Marketing – Pós venda da Fiat, completando que “por ser um fator fundamental para o negócio de funilaria e pintura, desenvolvemos parcerias com fornecedores tanto de tintas e insumos como de orçamentação eletrônica e de referencial tecnológico”.

Com o grande potencial de negócios nos serviço de funilaria e pintura, a montadora criou uma metodologia de consultoria para as concessionárias denominada Piq Mirado. Essa consultoria, formada por representantes de Fiat e das empresas parceiras do Programa PIQ, realiza um diagnóstico completo com foco na qualidade da área de funilaria e pintura. Depois da coleta de dados, são feitas as análises e traçadas as táticas do plano de ação para implantar as melhorias na concessionária, incluindo a utilização dos melhores produtos e das mais eficazes soluções tecnológicas do mercado.

Segundo Gustavo Nascimento, “o trabalho em parceria permite identificar as oportunidades de melhoria nos processos com o ‘conceito PIQ’, fidelizando clientes e aumentando a rentabilidade do negócio de funilaria e pintura da concessionária”.

O Sistema Audatex é um dos parceiros da Fiat, que recomenda para sua rede de concessionárias a utilização da ferramenta de orçamentação eletrônica porque, além de ter um banco de dados preciso e atualizado com as informações fornecidas pela montadora, agiliza a preparação do orçamento de reparos e a aprovação do serviço pela seguradora através da transmissão eletrônica.

“O Software de orçamentação eletrônica também colabora para a agilidade do processo de reparação, graças à rápida e exata identificação das peças substituídas, do tempo de reparo e do valor de mão de obra, aumentando assim a produtividade do negócio e também sua rentabilidade”, conclui Gustavo Nascimento.

Fonte: Solera News

1 2 3 4

Home | Portal Colaborativo | Objetivos | Por que se Cadastrar | Perguntas Frequentes | Anuncie em 3D
Fale Conosco | Painel Interativo | Busca por Categoria | Busca 3D

Desenvolvido por House Press Propaganda • Copyrigth 2011 • Todos os direitos reservados
Portal Oficina Ideal • Rua Carneiro da Cunha, 167 Conj. 45 • Saúde • São Paulo SP • CEP 04144-000 • Fone: (11) 5584-6762