OFICINA IDEAL

Encontre aqui seu fornecedor ideal Mais de 2.000 empresas cadastradas, mais de 3.000 produtos e serviços disponíveis
Entidades Colaboradoras
Esqueceu sua senha? Não tem login e senha? Cadastre-se aqui!




08/08/2016 Mecânica

CESVI BRASIL explica as diferenças entre os tipos de manutenções veiculares

De acordo com o levantamento do Departamento Nacional de Transito realizado em janeiro de 2016, o Brasil já conta com mais de 49 milhões de veículos de passeio nas ruas. Com tantos automóveis em atividade, não são poucos os serviços de reparação necessários e disponíveis no mercado automotivo.  No entanto, o que muitos motoristas não sabem é que existem tipos diferentes de manutenção e períodos específicos para cada uma.
 
Durante a manutenção preventiva, que, como o próprio nome diz, é realizada mesmo quando o veículo não apresenta nenhum problema no intuito de preveni-lo, o motorista deve ficar atento ao prazo dado pelas montadoras – disponíveis no manual do proprietário – para as revisões periódicas e assim não perder nenhuma data ou quilometragem especificada. 
 
Entre os diferentes tipos de manutenção, essa é o mais indicado para manter a segurança dos automóveis, a qualidade de performance e a conservação dos carros, sem chegar ao ponto de ocorrer falhas ou quebras de peças.
 

Atenção aos componentes

 
É durante a manutenção preventiva que a preditiva pode ser realizada. Nessa etapa, é realizada uma análise das peças do carro por técnicos especializados, via um monitoramento minucioso dos componentes do veículo.
 
O objetivo é identificar e avaliar peças que estão no final de sua vida útil, pois caso isso não seja realizado, os danos podem ser maiores, o que levaria a uma manutenção corretiva. Saber quais peças estão mais desgastadas é essencial para evitar gastos extras.
 

Último recurso

 
O terceiro tipo de manutenção, e também o mais caro, é a corretiva. A prática consiste em todo tipo de reparação parcial ou troca completa da peça para a restauração imediata do veículo. Ou seja, só é realizada quando o problema existe e a troca de alguma peça for imprescindível para que o veículo volte a funcionar. 
 
Por terem a necessidade de uma reparação emergencial e pela possibilidade de extensão de avarias para outros componentes, a manutenção corretiva muitas vezes acaba encarecendo os custos e estendendo o tempo que o carro fica parado, causando ainda mais dor de cabeça ao motorista.
CESVI Brasil




09/03/2016 TecnologiaMecânica

STOCK CAR 2016 DÁ A LARGADA COM PASTILHA OFICIAL FRAS-LE

A Fras-le deu a largada na temporada da Stock Car 2016 como a pastilha oficial da competição, graças à recente parceria com a Vicar Promoções Desportivas, promotora  da mais competitiva categoria do automobilismo brasileiro, cujos carros podem atingir até 250 km/hora. A estreia ocorreu no dia 06 de março, na 1ª etapa do Campeonato, em Curitiba (PR), com a Corrida de Duplas.  Antes disto, no dia 02 de março, a empresa foi apresentada oficialmente para as equipes e pilotos como fornecedora oficial da Stock Car. 

Na ocasião, dentre as ações preparadas para o evento, a Fras-le recebeu alguns de seus principais clientes da região que puderam participar da emoção de ver de perto toda a corrida e os mais prestigiados pilotos e suas equipes.As novas pastilhas que já estão equipando os carros retratam as inovações em projetos, processos e matérias-primas e da estrutura tecnológica do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Fras-le, em Caxias do Sul (RS).

As próximas provas acontecem no Velopark (RS), dia 10 de abril, seguida pela de Goiânia (GO), Santa Cruz do Sul (RS), Tarumã (RS), Cascavel (PR), Interlagos (SP), Londrina (PR), Brasília (DF) e Curvelo (MG).

O campeonato da Stock Car é integrado também por outras competições como o Campeonato Brasileiro de Turismo, Copa Petrobras de Marcas, Fórmula 3 Brasil e a  Mercedes-Benz Challenge. Mais detalhes podem ser conferidos acessando o site:  www.stockcar.com.br

Perfil - Uma das cinco maiores fabricantes mundiais de materiais de fricção, a Fras-le. Fabrica pastilhas e lonas para freios, revestimento de embreagens, produtos industriais e especiais para aplicação em caminhões, semirreboques, ônibus, automóveis, motocicletas, tratores, metrôs, trens, elevadores, aviões, máquinas industriais, sondas petrolíferas, entre outros.

Fras-le




23/10/2015 TecnologiaFunilariaMecânicaPinturaMontagem

Chevrolet lança site de consulta e venda on-line de peças genuínas

Em um mundo cercado de modernidades, a tecnologia acaba sendo a melhor ferramenta das oficinas. E foi pensando em facilitar e agilizar a vida do reparador independente que a GM lança o site “Peça Chevrolet”, o primeiro desenvolvido por uma grande fabricante de automóveis a oferecer opção de consulta e compra online de peças.

De fácil navegação, o site traz diversas funcionalidades, como o catálogo digital de peças de todos os modelos Chevrolet comercializados no país desde 1964, nacionais e importados. Isso permite ao reparador encontrar rapidamente a peça correta a ser substituída.

Após escolher os itens desejados, o reparador seleciona uma autorizada e pede que o vendedor envie imediatamente um orçamento. O valor da compra e do frete, assim como a forma de pagamento, são negociados diretamente com a concessionária, sem intermediários, por meio de mensagens escritas em um chat.

Além de texto, o canal também possibilita o compartilhamento de imagens. Dessa forma, o reparador pode certificar-se de que está comprando a peça correta. Outro diferencial do site é que os itens vêm com atestado de originalidade, o que reflete em melhor qualidade e credibilidade ao serviço prestado pela oficina.

“Inovador, o site Peça Chevrolet apresenta-se como a maneira mais inteligente, prática e segura de adquirir um item de reposição original da marca”, destaca Marcelo Santiago, Gerente de e-Commerce para o Brasil e América do Sul. Para o executivo, essa é uma ferramenta que chega para agilizar o trabalho do reparador. “Quanto mais rápido é feito o conserto do veículo do cliente, mais satisfeito ele fica, e abre-se espaço para poder atender um outro carro e, assim, ampliar a receita do estabelecimento”, completa.

As concessionárias Chevrolet das cidades de Sorocaba, Bebedouro e São José dos Campos (SP) foram escolhidas para participar da primeira etapa da implantação do site, que logo habilitará outras autorizadas pelo país.

Para ter acesso ao site (www.pecachevrolet.com.br), o interessado preciso antes fazer o cadastro, que é gratuito. A compra de peças através desta ferramenta é restrita a oficinas.

Veja os recursos do site:

  • Catálogo de peças digitalizados dos carros Chevrolet vendidos no país desde 1964
  • Eventos, novidades e promoções destinadas ao público reparador
  • Orçamentos on-line e possibilidade de negociação de valores e do frete diretamente com a concessionária
  • Canal direto de atendimento ao reparador para consultas rápidas
  • Dicas de reparo passo-a-passo por veículo ou sistemas

Informações importantes sobre os novos carros da linha Chevrolet

Chevrolet




24/07/2015 TendênciaTecnologiaMecânica

Continental lança plataforma online para consulta sobre produtos

A Divisão ContiTech, do Grupo Continental, lança no Brasil sua plataforma digital para consulta ao banco de dados de todos os produtos do portfólio, ligada diretamente ao site da ContiTech e ao catálogo online. O PIC (Centro de Informação de Produtos, na sigla em inglês) é um projeto inovador da empresa, que lista para os mecânicos e clientes finais todas as informações relacionadas a cada produto: dados técnicos e gerais, instruções e conselhos de montagem, fotos e veículos que o utilizam.

Disponível também em inglês e espanhol, para desktops e dispositivos móveis, o sistema localiza facilmente detalhes importantes dos produtos. Além disso, proporciona praticidade na consulta online, garantindo ganho de tempo para mecânicos, se comparado a uma ligação telefônica. “A importância do PIC consiste em orientar principalmente o reparador, para que o processo de verificação do sistema e instalação das correias, por exemplo, seja feito corretamente e as dúvidas possam ser tiradas de maneira prática e fácil”, explica Plínio Cesar Pires Zauli, Analista de Mercado e Produtos da Continental.

Atualizado constantemente, o PIC oferece documentos digitais como diagrama de instalação das correias de sincronismo, composição dos kits com imagens, dicas e orientações técnicas. Os clientes ContiTech podem consultar as informações sobre os produtos diretamente de seus dispositivos móveis, por meio da leitura dos QR codes presentes na embalagem, que irão direcionar para a página de informações específicas dos produtos dentro do PIC, sem a necessidade de fazer download de aplicativos. O site em português do PIC da ContiTech é  www.contitech.com.br/aam/pic.

A Divisão ContiTech desenvolve e produz peças funcionais, componentes e sistemas para o mercado automotivo, de mineração e outras importantes indústrias. Junto com a empresa americana Veyance Technologies Inc., que foi adquirida pelo Grupo Continental no início de 2015. Além dessa divisão, a Continental conta com outras quatro – Chassis & Safety, Interior, Powertrain, Pneus – que registraram um faturamento de aproximadamente € 34.5 bilhões em 2014, e atualmente emprega cerca de 200.000 pessoas em 53 países.

Assessoria Grupo Continental




10/07/2015 CapacitaçãoDicas de GestãoNormas e LegislaçãoMecânica

Sindirepa e Sebrae lançam cartilha para oficinas mecânicas

O Sindirepa-SP – Sindicato da Indústria da Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo – lançou no último dia 24 de junho, em parceria com o Sebrae-SP, a cartilha “Oficinas Mecânicas” – material que orienta como montar e manter uma oficina que contém informações sobre legislação, instalações e gestão.

Além da cartilha, a iniciativa também oferece Sebrae-SP oferece uma série de capacitações em que as empresas recebem um diagnóstico dos pontos a serem melhorados no negócio. Com base nessa avaliação, de acordo com o sindicato, os empresários podem participar de uma série de ações especificas para melhorar os processos, inovar na gestão e aumentar o faturamento.

“Com a cartilha e as orientações do Sebrae-SP, o empresário tem à mão um guia prático que serve para quem já está no negócio e precisa estar informado sobre as necessidades e também para os que estão iniciando no setor e podem saber das exigências que envolvem a abertura de uma oficina”, revela Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP.

Para mais informações sobre a cartilha acesse http://www.sindirepa-sp.org.br/.

Sindirepa-SP




24/06/2015 Mecânica

Como funciona um motor elétrico automotivo?

Com a gasolina cada vez mais cara e a maior preocupação em torno da preservação do meio ambiente, a possibilidade de um carro elétrico se torna uma realidade. Porém, a pergunta que fica é: como funciona um motor elétrico automotivo?

À primeira vista, as diferenças quase não são notadas, a única real mudança num motor elétrico é que ele é muito mais silencioso que o normal; mas após abrirmos o capô do carro, descobriremos um sistema bem diferente do usual.

Na realidade, um motor elétrico automotivo parece com um sistema de energia elétrica que usamos em nossas casas, mas adaptado para as funcionalidades do trânsito. Vamos notar algumas diferenças fundamentais nesse funcionamento:

#1 - As baterias

Ao invés de gasolina, o motor é movido por um conjunto de baterias recarregáveis. Cada carga pode durar em torno de 80 km, sendo que você pode recarregá-las através de um carregador, tanto na forma de uma tomada comum quanto de placas indutivas, variável de acordo com o veículo. 

#2 - As marchas

Diferente do veículo comum, o com motor elétrico não necessita do sistema de marchas, sendo assim o câmbio serve apenas com as funções “avançar” e “dar ré”. Além disso, o carro não tem partida, basta apenas colocar a chave na posição “ligado”.

#3 - O Voltímetro

Ao invés de um medidor de gasolina, você terá um voltímetro que realizará as medições de energia elétrica no sistema. Em alguns casos, é possível que o carro venha equipado com algum sistema computadorizado mais moderno, que trará informações mais completas.

Vantagens de um motor elétrico automotivo

O custo para a recarga é muito baixo, saindo muito mais em conta que abastecer com combustíveis à base de petróleo. Além disso, a manutenção do carro também sai mais em conta, pois o motor elétrico não possui, por exemplo, mangueiras, escapamentos e nem necessita de óleo.

No Brasil, o motor elétrico automotivo pode ser a melhor saída para ajudar na preservação ambiental, já que no país produzimos energia elétrica de forma limpa, isto é, sem poluir o meio ambiente.

Salão do Carro




17/06/2015 TendênciaMecânica

Pesquisa revela a importância do reparador independente na compra do veículo

Mais de 80% dos proprietários de carros no Brasil preferem os serviços das “oficinas independentes” em detrimento das concessionárias oficiais das montadoras. Considerando a tecnologia embarcada nos veículos atuais e o desafio da formação da mão de obra no Brasil, esse é um dado impressionante. E fica ainda mais contundente quando se detalha o motivo para “fugir da concessionária”.

 

Em 57% dos casos, os donos dos carros preferem os serviços dos independentes por motivos relacionados à confiança, transparência, facilidade etc.; em 43%, abandonam os serviços oferecidos pelas montadoras por conta do preço. Os dados, divulgados pela consultoria Roland Berger, colocam o mecânico, que hoje prefere ser chamado de “reparador”, no centro de uma indústria milionária e de alta visibilidade: a automotiva. Porém, a figura do mecânico/reparador praticamente não consta nas análises oficiais do desempenho do setor.

De acordo com as estimativas das entidades que representam o setor, a frota circulante de automóveis e comerciais leves está entre 32,8 milhões e 43,2 milhões, dependendo da fonte consultada. Esses valores díspares se explicam pela forma como os dados são compilados, quer seja pela Anfavea, Sindipeças ou Fenabrave.

Pesquisa Imagem das Montadores

Desde 2009, a CINAU (Central da Inteligência Automotiva), unidade de pesquisa e inteligência de mercado do Grupo Oficina Brasil, coleta regular e sistematicamente os valores do tíquete nas oficinas. A série histórica acumulada revela que o valor médio do tíquete de peças é de R$ 470. Se cada carro passa 2,2 vezes por ano nas oficinas, o valor anual gasto em peças por veículo é R$ 1.034 e com um estoque reparável de veículos de 30,6 milhões temos um mercado que consome R$ 31,7 bilhões em peças.

Além de grande comprador de peças, o reparador independente desempenha um segundo papel também muito relevante. Ele é um dos influenciadores do consumidor no processo decisório de compra do veículo, seja novo ou usado. E os critérios que o reparador utiliza para amar ou odiar uma marca e um modelo variam do extremamente passional, quando ama, ao totalmente técnico, quando odeia.

 

Segundo Pesquisa Imagem das Montadoras, realizada pela Cinau, a opinião dos reparadores independentes deve ser considerada pelo mercado. Em sua 15ª edição, a análise contou com a participação de mais de 1.800 reparadores independentes de todo o País que, sem nenhum estímulo ou premiação, responderam ao questionário.

 

Foram avaliadas 34 marcas de automóveis e comerciais leves, divididas em três categorias, em função da participação de mercado de cada grupo. O primeiro grupo é formado pelas montadoras que detém 70% de participação na frota circulante de veículos. Já o segundo é composto pelas montadoras que possuem 25% e, o terceiro, as que detém apenas 5%.

 

Relativamente às montadoras, as melhores se revezam conforme o quesito avaliado. Com relação à disponibilidade de peças, a General Motors é a preferida dos reparadores independentes, seguida da Volkswagen. Quanto ao acesso a informações técnicas, Fiat e General Motors ocupam o primeiro e segundo lugar, respectivamente.

 

No topo do ranking reparabilidade está a General Motors, com a Fiat na sequência. Sobre o atendimento na rede de concessionárias, os reparadores preferem o desempenho da General Motors e, na sequência, a Fiat. Quanto ao item preço de peças, mais uma vez a General Motors lidera, seguida da Volkswagen. No quesito treinamentos, a Volkswagen vence, seguida da Fiat.

 

“Algumas montadoras, cientes desta realidade de mercado e resultados da pesquisa, já organizaram plataformas de relacionamento com o reparador independente. Essa aproximação visa ganhar recomendação para seus produtos, por meio da difusão de informações técnicas, treinamentos e melhor acesso a peças de reposição”, ressalta Marcelo Gabriel, diretor de Pesquisas da Cinau.

CINAU




08/06/2015 TecnologiaMecânica

NGK é eleita melhor fornecedor de velas de ignição pelo Sindirepa

A NGK, empresa japonesa desenvolvedora de tecnologias automotivas, foi eleita pelos associados do Sindirepa-SP, entidade que representa os reparadores automotivos no Estado de São Paulo, o melhor parceiro do mercado de reparação de veículos no segmento de velas de ignição. O “Prêmio Sindirepa-SP – Os Melhores do Ano” avalia as empresas que se destacam pelo atendimento a oficinas e suporte dado a seus clientes ao longo de 2014.

Entre os quesitos que ajudaram a NGK a conquistar esta honraria estão os cursos de qualificação técnica oferecidos ao longo do ano e os canais de relacionamento direto com o profissional da reparação. “Acreditamos que essa parceria e proximidade foram decisivas para a escolha da marca pelos reparadores”, avalia Marcos Mosso, chefe de Marketing da NGK.

Para o executivo, não basta ser referência no desenvolvimento de produtos. “O reparador busca constantemente informações sobre a vela de ignição, pois é um componente automotivo que está diretamente ligado ao desempenho do motor e apresenta atualizações constantes, conforme os novos projetos das montadoras”, afirma.

A cerimônia de premiação aconteceu no último dia 19 de maio, em São Paulo (SP), e elegeu as marcas preferidas de 22 segmentos, que contam com a classificação Ouro, Prata e Bronze, além da empresa Parceira do Setor da Reparação Independente. O evento reuniu mais de 150 empresários, além de diretores do Sindirepa-SP e lideranças do setor. Em sua 6ª edição, o reconhecimento é feito por meio de pesquisa, com amostra de cerca de 300 associados da entidade.

NGK




01/04/2015 Dicas de GestãoMecânica

Tuper contrata representantes

A Tuper Escapamentos está buscando representantes comerciais ou distribuidores para atuar na venda de acessórios para o mercado automotivo – oficinas especializadas, centros de reparação automotiva, lojas de tunning, acessórios, som, pneus, rodas, óleo, etc  – para a comercialização de seu mais novo lançamento: as ponteiras Premium inox. Interessados devem enviar currículo ou referências comerciais para escapamentos@tuper.com.br

Mais informações sobre o produto acesse: www.tuperescapamentos.com.br  

Tuper




24/03/2015 FunilariaMecânicaMontagem

Tuper lança Ponteiras Premium em aço inox

Uma das maiores fabricantes de escapamentos da América Latina, a Tuper está lançando em março um novo produto para o segmento automotivo: a Ponteira Premium 100% inox. Feita com aço inox polido de alto brilho e acabamento diferenciado, as novas ponteiras são totalmente fabricadas no Brasil e dão um toque esportivo aos veículos.

Além de garantir mais estilo, as Ponteiras Premium são feitas em material mais encorpado e têm alta resistência à corrosão. O produto é ideal para quem gosta de personalizar o veículo ou deseja mudar o tradicional tubo do escapamento. São 13 modelos com aplicação universal desenvolvidos para encaixarem perfeitamente em diversos carros nacionais e importados.

Atualmente, a Tuper produz simultaneamente peças para as montadoras e para o mercado de reposição. Seu portfólio de produtos para o segmento automotivo inclui peças, componentes tubulares e tubos trefilados - com corte a laser, tratamento térmico e químico, curvamento, solda, estampagem e usinagem, entre outros processos -, e sistemas de exaustão, com destaque para os coletores, conversores catalíticos, filtros de material particulado, silenciosos e sistemas de pós-tratamento em cumprimento à norma Proconve P7 (Euro 5). Para o mercado automotivo de reposição, a Tuper produz escapamentos, catalisadores e outros tipos de ponteiras, atendendo aos mais variados modelos de veículos.

Sobre a Tuper

Com mais de 40 anos de atuação, a Tuper é a quinta maior processadora de aço do Brasil, segundo o INDA (Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço). A empresa acompanha a evolução do mercado com amplas linhas de produtos, atendendo as mais exigentes normas nacionais e internacionais.

Com quatro unidades industriais e capacidade produtiva de 550 mil toneladas de aço ao ano, fornece produtos para segmentos como: Construção Civil, Automotivo, Implementos Agrícolas e Rodoviários, Industrial, Óleo e Gás, entre outros. Seu portfólio de produtos contempla soluções tubulares para aplicações industriais, estruturais e de condução, tubos para óleo e gás, soluções automotivas e sistemas construtivos.

Instalada em Santa Catarina, a Tuper atualmente, emprega 2,5 mil profissionais e conta com 24 pontos de distribuição em todo o território nacional. As áreas de Engenharia e Pesquisa e Desenvolvimento da companhia contam com a parceria de centros de pesquisas, universidades nacionais e internacionais, entidades representativas e empresas líderes mundiais em tecnologia.

Entre os exemplos estão a parceria com a FEV, empresa de engenharia alemã que atua no desenvolvimento de soluções para o mercado automotivo. No setor de construção civil, um convênio de cooperação científica com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) possibilita pesquisas focadas em novas tecnologias na linha de estruturas metálicas tubulares. Além disso, a Tuper integra ainda o Comitê de Petróleo e Gás da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).

Oficina Ideal

1 2 3

Home | Portal Colaborativo | Objetivos | Por que se Cadastrar | Perguntas Frequentes | Anuncie em 3D
Fale Conosco | Painel Interativo | Busca por Categoria | Busca 3D

Desenvolvido por House Press Propaganda • Copyrigth 2011 • Todos os direitos reservados
Portal Oficina Ideal • Rua Carneiro da Cunha, 167 Conj. 45 • Saúde • São Paulo SP • CEP 04144-000 • Fone: (11) 5584-6762